Som Automotivo

O maior companheiro de muitos motoristas, principalmente daqueles que costumam dirigir por muito tempo sozinho, certamente é o som automotivo.

Veja algumas dicas sobre o som automotivo:

  1. Tenha cuidado com a instalação do som automotivo

Muitas pessoas optam por fazer a instalação por conta própria, porém, é preciso ter atenção. Antes de fazer qualquer intervenção no sistema elétrico do veículo, é necessário desconectar a bateria para evitar acidentes. Alguns modelos de veículo podem necessitar de ferramentas especiais para fazer a instalação do som automotivo. É preciso se certificar de que a bateria fornecerá energia suficiente com o sistema de som instalado, principalmente se estiver trocando por um aparelho mais potente ou fazendo a instalação pela primeira vez. Em caso de dúvida, o melhor é procurar um profissional especializado.

2. Faça uma limpeza periódica

Quantos cuidados um som automotivo pode precisar depois de instalado? A maioria pode pensar que não são muitos. E realmente não são, porém eles são muito importantes para garantir o bom funcionamento do aparelho por muito tempo. Limpe as partes externas do aparelho de som automotivo com produtos específicos e uma flanela macia. Os alto-falantes podem ser limpos com um compressor de ar, por exemplo. Assim, você remove a sujeira sem precisar tirá-lo do lugar. No leitor óptico dos aparelhos que reproduzem CDs e DVDs pode se acumular partículas de poeira, que danificam os discos e o próprio aparelho. Essa limpeza deve ser feita com cuidado para não danificar o leitor.

3. Parte elétrica em dia

O sistema elétrico do carro é vital para o funcionamento geral do veículo e manter a parte elétrica do veículo em dia também é um bom modo para aumentar a durabilidade dos sons automotivos. Isso porque quando ela está prejudicada, a alimentação do sistema sofre alterações, o que pode acarretar em desligamento automático do aparelho, principalmente durante o processo de partida do carro.

PEÇAS ELETRICAS

As principais peças automotivas:

  • Cambio

Consiste em obter o melhor balanceamento entre força e velocidade, conforme a  necessidade do veiculo no momento. As trocas de marcha são o meio pelo qual a transmissão cumpre seu papel. O cambio manual é o modelo mais tradicional e possui, além da ré, um limite de seis marchas.

Cambo automático há evidente menor desgaste físico de ficar trocando de marchas a todo o momento nas grandes cidades.

Fica a dica: preste bastante atenção na luz de advertência do câmbio automático. Se a luz acender, existe um problema serio que precisa ser resolvido com urgência.

  • Alternador

O alternador é responsável por converter energia mecânica em energia elétrica, o alternador é fundamental para o funcionamento adequado do veiculo.

  • Como saber se o alternador esta com defeito?

Com a oscilação de rotação, veja se a voltagem fica entre 13 e 14,5 volts. Se oscilar junto entre esses dois níveis, o alternador esta funcionando corretamente e não ha nenhum problema com o mesmo, indicado que a falha no fornecimento de energia pode estar com a bateria.

  • O que causa defeito no alternador?

Contaminação por água, óleo, pó ou outros resíduos, podem vir a danificar os componentes internos do alternador. Outra causa de defeito no alternador normalmente acontece devido ao ajuste inadequado da correia, podendo ela estar muito esticada ou frouxa.

  • Motor de arranque

O motor de arranque tem como função impulsionar o motor quando ele ainda esta parado. Ele é alimentado com um cabo positivo ligado diretamente da bateria e um negativo ligado a carroceria do veículo, e é acionado quando o condutor do automóvel giro a chave totalmente.

  • Como funciona o motor do carro?

Fazer um motor a combustão não é tão simples. São várias condições que precisam ser reunidas para que o propulsor dê a partida e se mantenha em funcionamento. Mas os princípios de física e química envolvidos não são dos mais difíceis de entender. A rigor, o motor a combustão funciona, como o nome sugere, com explosões. Elas ocorrem dentro dos cilindros e transforma o combustível líquido em energia cinética que move as rodas. Os primeiros giros do motor, antes da “mágica” começar, são dados pelo motor de partida. Ele movimenta o motor, enquanto o sistema de injeção espirra os primeiros jatos de combustível na câmara de admissão. Quando primeira explosão ocorre, o motor “pega” e todo o ciclo se iniciam. Por isso, se a bateria estiver fraca, o sistema de partida pode não ter força suficiente para girar todas as partes móveis do motor sozinho. Isso vai deixando as partidas mais “pesadas”, ou até as impossibilita. Com o motor em funcionamento, é o alternador que mantém a tensão necessária para a centelha das velas ocorrer. Se a peça também estiver comprometida, o motor “morrerá”, já que a faísca será fraca ou inexistente, insuficiente para manter o ciclo de ignições. O alternador  também alimenta todos os sistemas elétricos do carro, desde luzes a direção com assistência elétrica, por exemplo. Ele é uma pequena usina de energia, capaz também de recarregar a bateria – usada na partida.

ESTETICA AUTOMOTIVO

O serviço de estética automotiva tem gerado interesse de muitas pessoas que amam cuidar de cada detalhe de seu veículo. Isso porque essa área permite que você realize procedimentos que elevam o visual do carro, deixando-o ainda mais atraente. Na estética automotiva, os serviços realizados são manutenção, limpeza e cuidados com diversos detalhes. O objetivo é potencializar a limpeza interna do carro, removendo manchas mais difíceis de detectar, e a aparência externa, com lavagens mais detalhadas ou aplicação de produtos especiais na pintura.

  • Higienização interna

Na estética automotiva, a higienização interna atua removendo manchas e sujeiras mais difíceis de detectar e retirar do veículo, como as que ficam em espaços pequenos e que precisam de maior atenção!. Além de deixá-lo mais limpo, a higienização aumenta a vida útil do veículo e de acessórios internos. Além de limpar as superfícies, a higienização interna automotiva é capaz de cuidar da saúde de quem utiliza o veículo. Afinal, com as sujeiras, bactérias e fungos eliminados, a qualidade do ar dentro do carro também melhora consideravelmente. No caso de veículos com bancos de couro, a higienização merece atenção especial. Isso porque o material pode ressecar e desbotar com o passar do tempo. Por isso, é importante hidratar a superfície de forma periódica, a fim de manter o pH do couro equilibrado. Dessa forma, os bancos ganham um toque macio e diminui o rangido da superfície.

ACESSORIOS AUTOMOTIVOS

  • Palhetas automotivas.

Por outro lado, ninguém fica muito animado em comprar palhetas, mas todo mundo compra o tempo todo. As palhetas são responsáveis por limpar os vidros do carro.

Calotas automotivas

Tipos de calotas:

  • Calotas fechadas:

As calotas fechadas são fabricadas para um modelo de carro ou com encaixe universal.

É um tipo de calota encontrada em veículos mais antigos. É fabricada por uma peça, por ter um apelo visual nos carros mais quadrados e robustos.

  • Calotas abertas:

As abertas são modelos muito utilizados hoje em dia. Elas possuem aberturas entre as hastes o que deixa a roda mais visível.

  • Calotas esportivas:

São as calotas que prezam a beleza do carro e propõe um estilo bem mais radical! São feitas especialmente para veículos de aros maiores, para combinar com as grandes rodas desses carros. É uma ótima opção de compra, pois se encaixa bem visualmente com qualquer modelo de aros maiores.

  • Calotas tunning:

Para quem gosta de estilo e personalização este é o modelo ideal! Por isso, elas são exclusivas e feitas sob medida, por isso, um especialista desenha a calota de acordo como você pedir, e ela adquire um visual bem personalizado e único.

  • Carregador de bateria:

 Como funciona o carregador automotivo?

A maioria dos carregadores de bateria automotiva são projetados para carregar baterias de 6 volts e de 12 volts. A pessoa que está operando o carregador precisa selecionar a voltagem correta antes de ligá-lo.

Existem quatro tipos de carregador de bateria automotiva: rápido; lento; rápido/lento e lenta e contínua. Você precisa conhecer bem o seu automóvel, para fazer uma escolha boa, assim como conhecer também o estado atual da sua bateria.

  • Carregador de bateria portátil

carregador de bateria automotiva portátil te acompanha sempre, é se torna uma ferramenta auxiliar assim como o “macaco” e o step. Eles vão carregar sua bateria de forma segura, portanto vale muito a pena ter um.

E, se por um caso o carregador não conseguir ligar o seu carro, é um alerta para te dizer que provavelmente a vida útil da sua bateria, se esgotou.

Óleos lubrificantes para carro e motos

Óleos lubrificantes para carro e motos são usados a fim de garantir o bom funcionamento de motores em geral, sem que as máquinas em questão sofram algum tipo de dano. Essas substâncias reduzem o atrito entre as peças, o que acaba aumentando a vida útil de seus componentes.

Ou seja, os óleos evitam o desgaste natural das peças e diminui a produção de calor no interior do motor.

Classificação dos óleos lubrificantes para carro e motos.

  • Óleos vegetais
  • Óleos minerais
  • Óleos sintéticos
  • Óleos animais.

 

  • Óleo mineral

Um óleo mineral é um lubrificante proveniente do petróleo cru que é devidamente aprimorado nas refinarias. Ele é produzido por uma mistura de hidrocarbonetos e é bastante usado como lubrificante com boa viscosidade.

  • Naftênico

O óleo mineral naftenico é ótimo para ser usado em ambientes de baixas temperaturas. Além disso, ele no e compatível com alguns tipos de matérias. Dentre eles estão os óleos lubrificantes sintéticos e o elastômero.

  • Parafínico

O óleo mineral parafínico é recomendado para ambientes que apresentam uma temperatura razoavelmente alta. Ele possui uma longa vida útil, o que significa que a sua oxidação é bastante lenta. Além disso, esse material não é muito sensível a modificação de viscosidade e de temperatura e sua densidade são relativa baixa.

  • Misto

O óleo mineral misto é aquele que é formado pela mistura dos lubrificantes parafínicos e naftênicos, ou seja, ele acaba possuindo característica de ambos.

  • Óleo sintético

O óleo sintético é produzido industrialmente através de substâncias inorgânicas e orgânicas. Ele apresenta a capacidade de resistência à propagação do fogo, ou seja, ele é o mais indicado para ambientes que trabalham com altas temperaturas que vão até 150°C.

  • Hidrocarbonetos sintéticos

Existem algumas subcategorias dentro do universo dos hidrocarbonetos sintéticos. Os mais importantes entre eles são os óleos hidrocraqueados e os poliafaolefinas (PAO), produzidos através de óleos minerais.

  • Diésteres

Os diésteres são formados através da ligação entre álcoois e ácidos por conta da perda de água.

Algumas dessas misturas acabam originando óleos de éster que são utilizados com o intuito de lubrificar e auxilia na fabricação de graxas lubrificantes.

·       Óleos de silicone

Os óleos de silicone apresentam uma elevada resistência a temperaturas tanto baixas quanto altas. Além disso, possuem um ótimo comportamento quando o assunto é o índice de viscosidade.

Os compostos mais utilizados para a produção de óleos de silicone são o methil-polisiloxanes e o fenil-polisiloxanes.

Outro composto muito utilizado nessa confecção é o fluorsilicone, que produz óleos lubrificantes muito resistentes a produtos químicos, ácidos, por exemplo.

·       Poliésteres perfluorados

Poliésteres perfluorados apresentam uma ótima estabilidade contra a influência de produtos químicos.

Eles são indicados para ambientes onde a temperatura chegue no máximo a 260°C, pois acima disso, eles normalmente liberam vapores tóxicos.

As 07 melhores marcas de óleos lubrificantes para carro e motos.

  • Lubel
  • Gulf
  • Mobil
  • Castrol
  • Shell
  • Ipiranga
  • Texaco/Havoline

Pneus de carros

Os pneus de carros são componentes de extrema importância para a segurança do veículo e, por isso, devem estar, além de calibrados, sempre em perfeitas condições de uso. Para tal, seu desgaste deve ser constantemente observado, e seu tempo de troca, respeitado.

Mas como escolher o modelo certo? Saiba que escolher pneu nem sempre é uma tarefa fácil. Muitas questões surgem nesse momento. Afinal, apesar de não parecer, muitos detalhes devem ser avaliados para que não ocorram arrependimentos posteriores.

Como escolher pneu certo para seu carro?

Na verdade, existem pneus para diferentes tipos de carros, como aqueles com motor potente, com motor mais fraco, para caminhonetes, para SUVs, etc. O consumidor tem que saber o segmento no qual o seu veículo se enquadra e, assim, buscar a linha de pneus que precisa.

Vale lembrar que de nada adianta o motorista se preocupar em fazer a calibragem periodicamente e manter os pneus conservados se, na hora da troca, ele não levar em consideração as especificações que esses componentes devem ter para o seu tipo de carro.

  • Escolha a banda de rodagem adequada.
  • Busque pneus com uma boa durabilidade
  • Procure saber qual o melhor pneu para rodar também em das de chuvas
  • Obtenha um controle maior na direção.
  • Conquiste conforto e maciez ao trafegar

Todos os aros de carro:

Aro 13 Aro 16 Aro 19
Aro 14 Aro 17 Aro 20
Aro 15 Aro 18 Aro 21

Marcas de pneus de carro nacionais mais vendidos no Brasil

  • Michelin
  • Pirelli
  • Goodyea
  • Bridgestone
  • Continental
  • Dunlop
  • Nexen

Marcas de pneus de carros importados mais vendidas no Brasil

  • Yokohama
  • Dunlop
  • Continental
  • Nexen tire
  • Hankock

Pneus de motos

Os pneus de motos são componentes de extrema importância para a segurança do veículo e, por isso, devem estar, além de calibrados, sempre em perfeitas condições de uso. Para tal, seu desgaste deve ser constantemente observado, e seu tempo de troca, respeitado.

Enquanto tempo precisa calibrar o pneu de moto?

Calibrar o pneu de moto com frequência é essencial para aumentar a expectativa de vida do componente e garantir a segurança do veiculo

Todos os tamanhos de aros de pneu de motos:

Aro 8 Aro 15
Aro 9 Aro 16
Aro 10 Aro 16.5
Aro 11 Aro 17
Aro 12 Aro 18
Aro 13 Aro 19
Aro 14 Aro 20

Marcas de pneus de moto nacionais mais vendidos no Brasil

  • Metzeler karoo
  • Michelin Pilot
  • Technic Sport
  • Pirelli Diablo
  • Rinaldi RT 36

Marcas de pneus de motos importados mais vendidas no Brasil

  • Kunplo
  • Hankook
  • GT radical
  • Roadstone
  • Tornel
  • Petlos
  • Kumbo

BATERIA MOURA AGM

A bateria moura AGM foi pensada especialmente para veículos de alto desempenho e que exigem muito das baterias, como os carros com sistema start stop inteligente. Portanto, trata-se de uma tecnologia perfeita para quem valoriza o melhor desempenho em seu automóvel.

Qual a diferença das linhas convencional para linha AGM:

  • Bateria convencional.

A bateria convencional é aquela que é produzida com a combinação de placas de chumbo positivas e negativas. Essas placas são mergulhadas em uma solução de ácido sulfúrico e água, formando a tecnologia mais utilizada para a produção de baterias automotivas em todo o mundo.

A maioria dos veículos utiliza esse tipo de bateria, entre eles estão modelos de carros populares, sedãs, SUVs, hatches e picapes das mais diversas marcas.

  • Bateria AGM

A linha AGM é destinada para veículos de alta performance que exigem mais das baterias, como os carros start-stop. São aqueles carros que ao pararem em um sinal, por exemplo, o motor desliga e volta a ser ligado na saída, demandando uma maior quantidade.

A bateria Moura AGM conta com uma tecnologia muito mais complexa, que traz inúmeros benefícios. Assim, além das placas de chumbo e da solução de ácido e água, existe um componente extra para a produção dessas baterias: os separadores de fibra de vidro absorvente, que também dão nome à tecnologia (Absorvente Glass Mat).

O que há de nova nessa tecnologia?

Essa bateria dispensa totalmente manutenção, assim como as baterias flooded e EFB. Além disso, ela oferece energia máxima durante um tempo muito maior que o comum. Por conta disso, pode-se dizer que a bateria AGM foi criada para suportar condições extremas.

No caso da Moura AGM, ela possui tecnologia VRLA AGM que proporciona baixa liberação de gases e redução do consumo de água. É um produto que possibilita uma partida mais eficiente e garante a transferência de corrente maximizada. A Moura AGM também trabalha com baixa descarga espontânea e dura três vezes mais ciclos que uma bateria convencional.

Veículos star-top. Veículos de alta performance.
Jeep Compass BMW M5
Chevrolet Tracker Chevrolet Camaro
Chevrolet Cruze Ford Mustang
Fiat Toro 1.8 e 2.4  
Renault Logan  
VW Golf Highline  

BATERIA HELIAR AGM

A bateria Heliar AGM é a melhor tecnologia já produzida entre as baterias chumbo-ácido, especialmente desenvolvida para veículos de alta tecnologia que precisam de muita energia para seu Star-Stop e sistema regenerativos de energia, ajudando o veículo a obter seu máximo desempenho.

Preparada com placas de alta densidade para suportar descargas elétricas mais profunda e separador de fibras de vidros absorventes, a bateria Heliar AGM suporta vibrações extremas e dura ate quatro vezes mais ciclos de descargas quando comparada ás baterias SLI (Convencionais)

Tecnologia de grades Powerframe.

Apenas a Heliar AGM, conta com tecnologia de grades PowerFrame patenteada pela Clarios. Esta tecnologia faz nossas baterias mais fortes e duráveis, por conta da maior resistência a corrosão e fluxo e energia otimizado que evitam a falha precoce.

Diferença das grades convencionais para grades com tecnologia PowerFrame
Grades com tecnologia Powerframe. Grades convencionais.
Grades mais resistência a corrosão previnem curtos-circuitos e aumentam a resistência á vibração e aos ciclos de carga e descarga. O processo de corrosão é um dos principais responsáveis pelas falhas prematuras nas baterias.

 

Característica da Heliar AGM:

  • Tecnologia AGM
  • 24 meses de garantia
  • Ideal para start-stop
  • Proteção 24 horas
  • Inovação para seu veículo com sistema star-stop e com alta tecnologia embarcada!

BATERIA MOURA EFB

Inovação é uma das principais marcas dos produtos produzidos pela Moura. A prova disso é que os veículos mais inovadores já estão saindo de fábrica com baterias da empresa. Hoje, a Moura equipa 75% dos veículos com tecnologia Start/Stop fabricados na América do Sul, consolidando a companhia na vanguarda da eletrificação veicular.

Para atender a essa tecnologia, a Moura criou a bateria do tipo EFB (Enhanced Flooded Battery), especializada para os automóveis que desligam nos momentos de parada e são automaticamente religados quando retomado o movimento. Por isso, a já é reconhecida mundialmente por apresentar o maior nível de performance para o segmento.

BATERIA HELIAR EFB

Heliar EFB é a bateria que chega ao mercado suportando toda a evolução dos novos veículos. Produtos original nas montadoras, oferece a combinação da grade PowerFrame com separadores screem e material ativo de alta performance, que fazem da Heliar EFB ate duas vezes mais resistente que as baterias SLI (convencionais), sendo ideal para aplicações em start-stop simples e veículos equipados com alternadores inteligentes.

  • Possui placas positivas reforçadas por uma manta sintética
  • Composição de material ativo preparado para maior demanda elétrica

Maior durabilidade em condições de maior número de ciclos de descarga e recarga.

BATERIA KONDOR EFB

Com a tecnologia EFB (Enhanced Flooded Battery, ou no português, Bateria Inundada Melhorada), a bateria recebe ainda mais proteção com placas internas, reforçando todo o material ativo e com adição de uma camada sintética. Essa tecnologia é a certa para carros com sistema start stop, ou seja, veículos automotivos que funcionam em partidas sequenciais.

A bateria start stop para veículos foi adotada por modelos de automóveis mais modernos. A tecnologia, responsável pelo desligamento do motor quando o carro para no semáforo ou no trânsito, trouxe consigo algumas necessidades. Entre elas, alternadores, baterias e motores de arranque especiais.

No entanto, a principal função da bateria é acionar o motor de arranque e dar a partida. Nos modelos com start/stop, por sua vez, sequências de pequenas descargas são demandadas constantemente e por isso, há necessidade de uma bateria especial.

BATERIA TUDOR EFB

As baterias produzidas pela Tudor acompanham a mais avançada tecnologia mundial, o que permite destacar alguns diferenciais como:

  • Grades com liga de Chumbo-Cálcio-Estanho resultando menor consumo de água e maior resistência à corrosão.
  • Massa ativa com aditivos que aumentam a área de reação química, resultando em maior desempenho elétrico e maior número de ciclos (vida útil).
  • Separador de Polietileno envelopado, permite maior corrente de partida em qualquer situação.
  • Câmaras de condensação que retêm e condensam os gases gerados nas reações químicas de carga e descarga, proporcionando menor consumo de água.
  • Filtros anti-chamas posicionados nos respiros laterais que bloqueiam fagulhas externas.
  • Alças embutida para fácil transporte e instalação com segurança.
  • Protetores de polo para ambos terminais antes e após a instalação no veículo.
  • Indicador de carga com duas esferas que proporcionam melhor visualização do estado de carga da bateria. (Somente disponivéis para baterias EFB).

BATERIA KMF EFB

Tecnologia UltraGrid

Maior capacidade de partida e durabilidade, com o sistema de placas sobre empastadas, que permitem maior rendimento e desempenho em altas temperaturas.

Duplo filtro anti-chamas

Duas pastilhas de proteção anti-chama, que permitem o escape de gases e impedem a entrada de chamas que podem ocasionar explosões.

  • Componentes plásticos

Caixa, tampa, sobre tampa, fabricados em polipropileno injetado de alta resistência mecânica

  • Pólos Compactados

Pólos com maior área de inserção na tampa plástica e sem porosidade, o que impede a migração de ácido sulfúrico e dificulta a oxidação dos pólos e a formação de zinabre.

By | 2021-12-14T10:39:17+00:00 |Blog de Baterias em Sorocaba|